Go back to black

Ontem eu separei as peças que vou usar no inverno, pois costumo guardar muitas coisas que não estão no uso diário! Muita coisa já pertence ao meu armário, a mais nova foi uma legging mais comprida e uma ankle boot sem salto. De resto, são itens que compro ao longo dos anos, e sempre foco em peças mais secas e atemporais para que eu possa usar, sem parecer que é da coleção passada ou algo assim.

Bom não é uma regra, mas quase tudo é preto. O bom que o preto casa com todas as cores, facilita 30 % da produção… Coloquei fotos de produções para inspirar.

Meia calça acrílica: ela é mais grossa, mais quente e pretinha. Bom para os dias frios, e para alongar a perna, quando usamos sapatos pretos. Caso o frio aperte, coloque uma meia fio 40 por cima.


Legging preta: bem comprida e grossa, para usar com sapatilha e bota. Em cima, mini vestidos, camisas mais compridas, sempre tampando a bunda… rs.


Jaqueta de couro: protege do frio. Quando está mais frio ou vou em algum lugar que venta muito, coloco uma malha de manga longa e fica bem quente. Quero usar muito com vestidos mais delicados, com saias, com itens mais femininos do armário.



Ankle boots: com e sem salto. Depende do evento, do dia. Mas quase sempre com a legging ou meia preta.

Sem salto

com salto


Sapatilha preta: para o dia a dia. Sem contra-indicações rs. Com vestido, com saia, com calça skinny, jeans, tudo. Ter uma é facilitar a vida e ter muito conforto!

Direto do Shopping: Saia de tule


Nos looks gringos eu vejo muita saia de tule, renda e pluma, aqui no Brasil isso é mais díficil de ver. Mas parece que a moda gringa veio e vai chegar até mesmo em quem não pode pagar grandes marcas.

Esta saia de tule eu vi na sexta, nas lojas Renner, valor R$59,90. Uma coisa que eu gostei foi o comprimento. A média ficou bem digna, não precisei de apelar para a grande por conta dos micro comprimentos. Ponto para Renner, afinal, quem quer muito curto, leva na costureira oras! Mais fácil cortar que fazer emenda.

Por não ser de camadinhas, o volume é bem contido. Só tinha preta, como queria uma clara, não levei, mas tirei a foto para as minhas queridas e curiosas leitoras!

bjs

Oncinha em cativeiro

Eu estava doida com uma pashmina de oncinha, ai quando eu vi esta foto da Miroslava Duma, ai que inclui na minha lista de desejos.



A dela é da Louis Vuitton:


Eu passei na Jey, uma loja multimarcas daqui de BH, que tem preço bom e a seleção de roupas e acessórios super tendência. Passei lá hoje e achei uma pashmina muito parecida, o que varia é a cor do fundo que é um pouco mais escura.

Achei bem digna, e por R$39,90 não podia achar melhor!  Tinha 3 destas na loja do BH Shopping, e foi muito engraçado, pois entraram 2 meninas que diziam me conhecer pelo blog, mas que nunca comentam. E elas levaram pashis iguais a minha, já esperando o look da Camis. Fiquei muito feliz!


Onde achar uma Jey mais próxima: clique aqui!

ps.: fotos da web cam, por isso a qualidade ruim… mas farei um look bem bacana, bem Mira!

Hoje o look é da Camis! Em três temperaturas!

Sabe quando você abre o armário e uma peça te encara, te pede: me use, me use pelo  amor de Deus! Esta saia da Maria Filó eu estava louca para usar, mas coloquei na cabeça que queria usar no melhor estilo gringo, com meia calça e ankle boot, então tinha que esperar o frio.



Na semana passada a temperatura estava amena, deu para usar do jeito que queria, mas adaptei ao longo do dia a produção: (clique na foto para ficar maior)



Eu sai de casa com a sapatilha. Coloquei o colete no banco do carro e vesti assim que cheguei no clientes. Como tinha um compromisso pós trabalho, levei uma ankle boot e a jaqueta de couro e troquei na casa do meu namorado. O que usei:

– Camiseta Zara

– Saia Maria Filó

– Meia Lupo

– colete Luigi Bertolli

– ankle Boot Schutz

– sapatilha MIA

– jaqueta Renner

– bolsa New Order (total preguiça de trocar de bolsa, deu para reparar né? mas vou trocar… juro)

Como programei um testede base, não sai de casa maquiada (medo). Mas depois fiquei assim: Olho preto, labios nude (com um pouco de gloss). Rock com ternura.

Uma peça, quatro looks: camiseta branca

A camiseta branca é um clássico. Todo mundo tem pelo menos uma. A camiseta branca, lisa, é associada rapidamente a calça jeans básica, e muitas vezes vista de forma monótona, básica demais.

Mas não é porque ela é associada desta forma que você tem que usar só assim, tão chato… Vamos nos divertir com as montagens (polyvore, te amo).

Dica: não existe regra para comprar uma camiseta branca, existe uma noção de bom senso de que barriga de fora  não dá, nem muito justa para não marcar todas as saliências eventuais. Eu compro assim: um pouco abaixo do cós da calça e rente ao corpo, tipo com uns 3 dedos de folga…


Trabalho

A minha dica do trabalho coloca em prática o menos é mais, e detalhes são tudo. Viram que o look está mais sóbrio, uma calça de alfaiataria preta, a camiseta, uma bolsa marrom (poderia ser cinza, cor que dá as mãos com preto e branco sem pesar), óculos, sapatilha ou sapato de salto e o blazer. Larga a mão da preguiça, do comodismo! Conjunto, terninho, não quer dizer que você vai ficar a pessoa mais elegante do mundo. Separe a calça do paletó, compre paletós diferentes e mescle com calças de alfaiataria de corte reto. Este paletó é no estilo preppy, colegial, bom para um escritório menos formal, assim como os de inspiração militar ou materiais menos nobres como moleton, sarja, etc. Para os mais formais, aposte nas texturas diferentes espinha de peixe, risca de giz…). O pó compacto diminui a oleosidade, pois seu trabalho tem que brilhar, não sua testa (ui nojinho haha).

ps.: o tecido oxford é mais barato, mas não tem bom caimento, apresenta uma textura que não é muito legal, esquenta e envelhece mais rápido que outros materiais. Então, quando for comprar um paletó, não economize, tenha um bom e varie nos acessórios que são mais baratos.

Escola

Coloquei o casamento do jeans e camiseta. Porém mudei um pouco os acessórios para deixar a proposta mais atual. Uma bolsa de lona, com estampa divertida pega o lugar da mochila. O tênis, com brilho, muda aquele conceito de sempre do all star “beginho” (cano para dentro, não achei foto do cano curto dourado). A perfecto de moleton garante o conforto do material e um estilo que é próprio do modelo. Óculos e um ipod, porque tem dias que o sono está demais e o professor do horário do meio deu aquele bolo e não dá para ir embora…

Lazer

Para não ficar só na calça, mudamos para saia, e uma saia de onça. Material bom, modelo mais seco. A bolsa e o cardigan são da turma neutra do cinza, e a sapatilha, toda seca tem seu lugar em quase todos os looks (coringa para sempre). Para não fica sou perua, coloque um lenço vermelho, rosa queimado, um pouco de cor, para desestabilizar a zona “peruistica” de equilíbrio, se a cor incomoda, vá no preto, ele não erra, mas fica comum e previsível.

Noite

Agora a camiseta vem por dentro do casaco militar, que quebra a doçura da saia rosa nude. Meia calça no frio + ankle boot preta (assim todo mundo pode, sem a meia, só quem tem pernas mais finas, se não for o seu caso, um scarpin resolve o problema). Uma carteira rígida e pequena, suficiente para identidade, celular, dinheiro, chaves e um batom. A maquiagem é mais trabalhada, aposte sempre em muito rímel a noite, muito mesmo.

American Apparel entrega no Brasil!

American Apparel é uma loja que tem como foco a malha, roupas para ginástica e afins. Famosas pelas blusas podrinhas, leggings e meias, no ano passado a American abriu uma loja em São Paulo. Bom, quem entra no site agora vê que na parte de vendas online, o Brasil finalmente está incluido (viva, upa!!).


Os preços não são aquela coisa maravilhosa, mas só de ter disponível já ajuda demais não é?!


Quer comprar? O endereço é: http://store.americanapparel.com.br

Desejo: Broche

Lindo o broche de rosas com correntes da Hilary Duff. Onde tem destes broches? Quero, vou comprar dois e colocar correntes de alguma forma… rs


Correntismo romântico, adorei!